foto user
Marina Aguiar
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Paisagem Urbana/A árvore do conhecimento (2)
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Paisagem Urbana/A árvore do conhecimento (2)
voltar lista nav-leftnav-right

A árvore do conhecimento (2)

fotografias > 

Paisagem Urbana

2014-06-28 18:04:51
comentários (70) galardões descrição exif favorita de (82)
descrição

Os muros do bairro da Graça, em Lisboa, estão a ser pintados com obras de arte que homenageiam figuras da literatura nacional. Os desenhos e poemas que estão a surgir fazem parte do projeto “Fachadas cheias de Graça”, da autoria da associação sem fins lucrativos EBANO. A operação visa a requalificação do espaço público e vai criar um percurso de arte urbana naquela zona da cidade.
Uma nova e enorme obra do artista riachense João Maurício, conhecido por "Violant", pode ser agora apreciada numa empena à entrada do bairro lisboeta da Graça.

De grandes dimensões (a maior parede que já pintou com um só motivo, disse) e excelente localização, a pintura de Violant, que integra o projecto do Passeio Literário da Graça, apoiado pela Câmara Municipal de Lisboa, mostra uma árvore-livro a encher a rua de gotas de água e de versos de Florbela Espanca.
...
Horas mortas… Curvada aos pés do Monte
A planície é um brasido… e, torturadas,
As árvores sangrentas, revoltadas,
Gritam a Deus a bênção duma fonte!

E quando, manhã alta, o sol posponte
A oiro a giesta, a arder, pelas estradas,
Esfíngicas, recortam desgrenhadas

Os trágicos perfis no horizonte!
Árvores! Corações, almas que choram,
Almas iguais à minha, almas que imploram
Em vão remédio para tanta mágoa!

Árvores! Não choreis! Olhai e vede:
- Também ando a gritar, morta de sede,
Pedindo a Deus a minha gota de água!

Florbela Espanca (1894 -1930), " Árvores do Alentejo", In Charneca em Flor)
exif / informação técnica
Máquina: NIKON CORPORATION
Modelo: NIKON D5000
Exposição: 1/400 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/10
ISO: 200
Dist.Focal: 18mm
Dist.Focal (35mm): 27 mm
Software: PhotoScape

favorita de 82
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular
A árvore do conhecimento (2)

Os muros do bairro da Graça, em Lisboa, estão a ser pintados com obras de arte que homenageiam figuras da literatura nacional. Os desenhos e poemas que estão a surgir fazem parte do projeto “Fachadas cheias de Graça”, da autoria da associação sem fins lucrativos EBANO. A operação visa a requalificação do espaço público e vai criar um percurso de arte urbana naquela zona da cidade.
Uma nova e enorme obra do artista riachense João Maurício, conhecido por "Violant", pode ser agora apreciada numa empena à entrada do bairro lisboeta da Graça.

De grandes dimensões (a maior parede que já pintou com um só motivo, disse) e excelente localização, a pintura de Violant, que integra o projecto do Passeio Literário da Graça, apoiado pela Câmara Municipal de Lisboa, mostra uma árvore-livro a encher a rua de gotas de água e de versos de Florbela Espanca.
...
Horas mortas… Curvada aos pés do Monte
A planície é um brasido… e, torturadas,
As árvores sangrentas, revoltadas,
Gritam a Deus a bênção duma fonte!

E quando, manhã alta, o sol posponte
A oiro a giesta, a arder, pelas estradas,
Esfíngicas, recortam desgrenhadas

Os trágicos perfis no horizonte!
Árvores! Corações, almas que choram,
Almas iguais à minha, almas que imploram
Em vão remédio para tanta mágoa!

Árvores! Não choreis! Olhai e vede:
- Também ando a gritar, morta de sede,
Pedindo a Deus a minha gota de água!

Florbela Espanca (1894 -1930), " Árvores do Alentejo", In Charneca em Flor)
Tag’s: Arte urbana,graffiti,João Maurício,Violant,Lisboa,Bairro da Graça,Marina Aguiar
comentários
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: NIKON CORPORATION
Modelo: NIKON D5000
Exposição: 1/400 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/10
ISO: 200
Dist.Focal: 18mm
Dist.Focal (35mm): 27 mm
Software: PhotoScape


favorita de (82)