foto user
Maria Vitorino
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Paisagem Natural/A hora doirada do poema (lers sff)
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Paisagem Natural/A hora doirada do poema (lers sff)
voltar lista nav-leftnav-right

A hora doirada do poema (lers sff)

fotografias > 

Paisagem Natural

2017-07-21 17:18:47
Ver no mapa
comentários (110) galardões descrição exif favorita de (151)
descrição
A Arrábida é um poema que deus escreveu e nós intrepretamos ou com o olhar ou com a pena e, nesta hora doirada lembrei-me do poema de Florbela que não sendo Ode à serra Mãe é belo.

Outunal

Caem as folhas mortas sobre o lago;
Na penumbra outonal, não sei quem tece
As rendas do silêncio... Olha, anoitece!
- Brumas longínquas do País do Vago...
Veludos a ondear... Mistério mago.
Encantamento... A hora que não esquece,
A luz que a pouco e pouco desfalece,
Que lança em mim a bênção dum afago...

Outono dos crepúsculos doirados,
De púrpuras, damascos e brocados!
- Vestes a terra inteira de esplendor!

Outono das tardinhas silenciosas,
Das magníficas noites voluptuosas
Em que eu soluço a delirar de amor...

Florbela Espanca, in "Charneca em Flor"
exif / informação técnica
Máquina: samsung
Modelo: SM-G900F
Exposição: 1/2100 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/2.2
ISO: 40
Dist.Focal: 4.8mm
Dist.Focal (35mm): 31 mm
Software: Windows Photo Editor 10.0.10011.16384

favorita de 151
galardões
  • galardão partilhas
    partilhas
  • galardão favorito
    100
    favoritos
  • galardão popular
    foto
    popular
A hora doirada do poema (lers sff)
A Arrábida é um poema que deus escreveu e nós intrepretamos ou com o olhar ou com a pena e, nesta hora doirada lembrei-me do poema de Florbela que não sendo Ode à serra Mãe é belo.

Outunal

Caem as folhas mortas sobre o lago;
Na penumbra outonal, não sei quem tece
As rendas do silêncio... Olha, anoitece!
- Brumas longínquas do País do Vago...
Veludos a ondear... Mistério mago.
Encantamento... A hora que não esquece,
A luz que a pouco e pouco desfalece,
Que lança em mim a bênção dum afago...

Outono dos crepúsculos doirados,
De púrpuras, damascos e brocados!
- Vestes a terra inteira de esplendor!

Outono das tardinhas silenciosas,
Das magníficas noites voluptuosas
Em que eu soluço a delirar de amor...

Florbela Espanca, in "Charneca em Flor"
Tag’s: PN-Arrábida,Serra mãe,hora,doirada,mistério,crepúsculo
comentários
galardões
  • galardão partilhas
    partilhas
  • galardão favorito
    100
    favoritos
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: samsung
Modelo: SM-G900F
Exposição: 1/2100 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/2.2
ISO: 40
Dist.Focal: 4.8mm
Dist.Focal (35mm): 31 mm
Software: Windows Photo Editor 10.0.10011.16384


favorita de (151)