foto user
José I. Costa
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Gentes e Locais/«A Ginjinha»
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Gentes e Locais/«A Ginjinha»
voltar lista nav-leftnav-right
descrição
«A GINJINHA» - Largo de S. Domingos

Esta casa já histórica faz parte do roteiro obrigatório de Lisboa. Francisco Espinheira quando abriu a sua casa, no ano de1840, nunca lhe terá passado pela cabeça que a Ginjinha do Rossio seria um dos estabelecimentos mais populares de Lisboa, um século depois.

Lisboa já não passa sem ela, aqui bebe-se "Espinheira", marca premiada com as mais altas recompensas nas várias exposições em que tem participado .

"Com ou sem?". O preço é igual: noventa cêntimos, um copo com ou sem ginjas.

À sua entrada pode ler-se num dos sugestivos e deliciosos cartazes as seguintes legendas

De um lado:

Dona Fedúncia da Costa,
Delambida e magrizela,
Fez de ser tola uma aposta
Diz que ginjinha nem vê-la,
Porque, coitada, não gosta.


Do outro:

Já a ama de um reverendo,
Lá para as bandas da Barquinha,
Tem um aspecto tremendo.
Bebe aos litros de ginjinha
E é isto que se está vendo.

exif / informação técnica
Maquina: SONY
Modelo: DSC-W100
Exposição: 10/1000
Abertura: 45/10
ISO: 125
MeteringMode: 5
Flash: 16
Dist.Focal: 187/10

favorita de 16
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas
«A Ginjinha»
«A GINJINHA» - Largo de S. Domingos

Esta casa já histórica faz parte do roteiro obrigatório de Lisboa. Francisco Espinheira quando abriu a sua casa, no ano de1840, nunca lhe terá passado pela cabeça que a Ginjinha do Rossio seria um dos estabelecimentos mais populares de Lisboa, um século depois.

Lisboa já não passa sem ela, aqui bebe-se "Espinheira", marca premiada com as mais altas recompensas nas várias exposições em que tem participado .

"Com ou sem?". O preço é igual: noventa cêntimos, um copo com ou sem ginjas.

À sua entrada pode ler-se num dos sugestivos e deliciosos cartazes as seguintes legendas

De um lado:

Dona Fedúncia da Costa,
Delambida e magrizela,
Fez de ser tola uma aposta
Diz que ginjinha nem vê-la,
Porque, coitada, não gosta.


Do outro:

Já a ama de um reverendo,
Lá para as bandas da Barquinha,
Tem um aspecto tremendo.
Bebe aos litros de ginjinha
E é isto que se está vendo.

comentários
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas

Maquina: SONY
Modelo: DSC-W100
Exposição: 10/1000
Abertura: 45/10
ISO: 125
MeteringMode: 5
Flash: 16
Dist.Focal: 187/10


favorita de (16)