foto user
Gustavo Almeida
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Outros/Amores e Amantes ( Ver descrição)
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Outros/Amores e Amantes ( Ver descrição)
voltar lista nav-leftnav-right

Amores e Amantes ( Ver descrição)

fotografias > 

Outros

2014-12-01 21:06:58
comentários (32) galardões descrição exif favorita de (39)
descrição
Registro do quarto do casal Jorge Amado e Zélia Gattai no Museu A Casa do Rio Vermelho, onde trechos românticos do livro Tereza Batista Cansada de Guerra - escrito por Jorge em 1972 - são projetados nas paredes e na cama.

Museu A Casa do Rio Vermelho - Jorge Amado e Zélia Gattai.

Projetado pelo celebrado arquiteto e cenógrafo Gringo Cardia (com auxílio na curadoria do vice-reitor da Ufba Paulo Miguez), o museu de fato faz jus a um dos maiores nomes da cultura baiana, com o acervo dividido entre lembranças e objetos pessoais do casal de escritores e o seu vasto acervo de arte, amealhado ao longo de décadas viajando ao redor do mundo.

Sem percurso pré-definido, o museu leva o visitante a se embrenhar pelos cômodos da casa dos Amado sem barreiras, com acesso ao quarto do casal, a cozinha, o belíssimo jardim, a sala onde Jorge escrevia etc.

Gringo Cardia fez um bom trabalho ao incluir filmes, projeções e narrações em quase todos os cômodos, ajudando a iluminar a vida e o trabalho do casal em suas diversas facetas: o Jorge Amado menino, o comunista, o homem de casa, escritores, anfitriões de personalidades.

Nos mil metros quadrados do imóvel, os quatro principais cômodos chamam a atenção. No espaço "Infância", fotografias da família de Jorge se reúnem a objetos e brinquedos que marcaram a juventude do escritor baiano.

No quarto "Os Viajantes", estão expostas lembranças das tantas viagens feitas pelo casal. Uma infinidade de bibelôs, retratos e presentes de diversas partes do mundo está reunida e protegida por uma vitrine.
Na "Cozinha de Dona Flor", que retrata a importância da gastronomia na obra de Jorge Amado, os visitantes podem aprender as receitas dos pratos preferidos da família por meio de um monitor. Na tela, a cozinheira baiana Dadá mostra como os pratos são preparados.

O quarto do casal foi batizado de "Amores e Amantes". Ali, trechos românticos do livro Tereza Batista Cansada de Guerra - escrito por Jorge em 1972 - são projetados, com áudio, nas paredes e na cama.
exif / informação técnica
Máquina: NIKON CORPORATION
Modelo: NIKON D610
Exposição: 1/40 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/4
ISO: 800
Dist.Focal: 24mm
Dist.Focal (35mm): 24 mm
Software: Adobe Photoshop CS6 (Windows)

favorita de 39
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular
Amores e Amantes ( Ver descrição)
Registro do quarto do casal Jorge Amado e Zélia Gattai no Museu A Casa do Rio Vermelho, onde trechos românticos do livro Tereza Batista Cansada de Guerra - escrito por Jorge em 1972 - são projetados nas paredes e na cama.

Museu A Casa do Rio Vermelho - Jorge Amado e Zélia Gattai.

Projetado pelo celebrado arquiteto e cenógrafo Gringo Cardia (com auxílio na curadoria do vice-reitor da Ufba Paulo Miguez), o museu de fato faz jus a um dos maiores nomes da cultura baiana, com o acervo dividido entre lembranças e objetos pessoais do casal de escritores e o seu vasto acervo de arte, amealhado ao longo de décadas viajando ao redor do mundo.

Sem percurso pré-definido, o museu leva o visitante a se embrenhar pelos cômodos da casa dos Amado sem barreiras, com acesso ao quarto do casal, a cozinha, o belíssimo jardim, a sala onde Jorge escrevia etc.

Gringo Cardia fez um bom trabalho ao incluir filmes, projeções e narrações em quase todos os cômodos, ajudando a iluminar a vida e o trabalho do casal em suas diversas facetas: o Jorge Amado menino, o comunista, o homem de casa, escritores, anfitriões de personalidades.

Nos mil metros quadrados do imóvel, os quatro principais cômodos chamam a atenção. No espaço "Infância", fotografias da família de Jorge se reúnem a objetos e brinquedos que marcaram a juventude do escritor baiano.

No quarto "Os Viajantes", estão expostas lembranças das tantas viagens feitas pelo casal. Uma infinidade de bibelôs, retratos e presentes de diversas partes do mundo está reunida e protegida por uma vitrine.
Na "Cozinha de Dona Flor", que retrata a importância da gastronomia na obra de Jorge Amado, os visitantes podem aprender as receitas dos pratos preferidos da família por meio de um monitor. Na tela, a cozinheira baiana Dadá mostra como os pratos são preparados.

O quarto do casal foi batizado de "Amores e Amantes". Ali, trechos românticos do livro Tereza Batista Cansada de Guerra - escrito por Jorge em 1972 - são projetados, com áudio, nas paredes e na cama.
Tag’s: Quarto,Cama,Projeção,Porta retrato,Espelho,Gustavo,Almeida
comentários
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: NIKON CORPORATION
Modelo: NIKON D610
Exposição: 1/40 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/4
ISO: 800
Dist.Focal: 24mm
Dist.Focal (35mm): 24 mm
Software: Adobe Photoshop CS6 (Windows)


favorita de (39)