menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar

#0 Ranking Comunidade

#0 Ranking Editorial
597 Fotos Inseridas
5 Fotos em Nossa Escolha
170 Fotos Populares
6 Autores Favoritos
Favorito de 1237 Autores
No Olhares desde 29-09-2005

José Meneses

Tashkent., Usbequistão
http://olhares.sapo.pt/andua

Sou apenas um amador de fotografia, talvez de segundo ou terceiro nível. Mas gosto de fotografar.

Não serei um juiz em obra alheia, porque essas coisas me fazem pensar que a perfeição diz respeito principalmente (mas não somente) à escolha dos nossos juízes, à quantidade e qualidade deles. Pessoas diferentes julgar-me-iam de formas diferentes. Nenhuma delas estaria totalmente errada ou totalmente certa. O que me faz pensar também que as únicas virtudes que dependem da disposição alheia são aquelas que não criam indisposições ou, sem generalizar, aquelas que melhor as evitam. Por exemplo, a paciência, a tolerância e a humildade, virtudes que não pressupõem uma acção (às vezes as anulam).

Ser justo é distribuir elogios e censuras com critério, é saber reconhecer a boa vontade de cada um, é aprofundar as coisas e ter em conta, se for preciso, as causas que dificultam o esforço daquele que fez quanto pôde.

Ser justo é permanecer imparcial em todas as circunstâncias, sem nunca se deixar arrastar por suas simpatias ou suas antipatias, é conciliar a promoção com o valor e as aptidões provadas, e não com o peso das recomendações ou com a habilidade na arte de lisonjear.

Tende a certeza de que todo o ser humano é perfectível. Que os vossos juízos sejam sempre provisórios e nunca irrevogáveis. Guardai-vos de nunca "classificar" definitivamente um homem. Nada seria mais injusto nem mais desanimador.

Deixe que cada um exercite a arte que conhece. (Aristóteles)



Fotos recentes de José Meneses