foto user
Raul Lourenço
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Outros/Baixo-relevo restaurado de Américo Braga
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Outros/Baixo-relevo restaurado de Américo Braga
voltar lista nav-leftnav-right

Baixo-relevo restaurado de Américo Braga

fotografias > 

Outros

2005-12-30 00:23:24
comentários (13) galardões descrição exif favorita de (1)
descrição
Vem este registo a propósito de «Os painéis do Colaço», foto de Carlos Froufe, e do comentário que então fiz, afirmando que, nos anos 40, se tinham coberto os painéis (do Cinema Batalha) sem os destruir. Entretanto, andei aqui a investigar umas notas relacionadas com umas cartas trocadas entre Sebastião da Gama e o pintor Alberto Sampaio, e vi que não foi bem assim. Na decoração do Cinema Batalha, participaram, para além do pintor referido, Júlio Pomar, Augusto Gomes e Altino, e ainda os escultores Américo Braga e Arlindo Gonçalves.
exif / informação técnica
Maquina: Canon�
Modelo: Canon PowerShot G6�
Exposição: 1/1000 sec
Abertura: f 4
MeteringMode: Multi-Segment
Flash: No Flash
Dist.Focal: 12.6875 mm

Não contente com os trabalhos de Júlio Pomar e de Américo Braga, a Câmara Municipal do Porto queixou-se ao Ministério do Interior, e, na sequência da queixa, os frescos de Pomar (“Festa de S. João do Porto”) viriam efectivamente a ser cobertos de tinta. Já ao baixo-relevo de Américo Braga na fachada lateral do edifício, alusivo ao trabalho, seriam retirados a foice e o martelo. Para evitar conotações perigosas, as figuras ficaram apenas a segurar os cabos dos utensílios (!). Passou-se isto poucos meses depois da inauguração da sala, em Junho de 1947. Quanto ao restauro, penso que fez parte da agenda de recuperações de património do “Porto 2001”.
---
[Praça da Batalha, Porto; 11-12-2005]
favorita de 1
galardões
Esta foto não tem galardões
Baixo-relevo restaurado de Américo Braga
Vem este registo a propósito de «Os painéis do Colaço», foto de Carlos Froufe, e do comentário que então fiz, afirmando que, nos anos 40, se tinham coberto os painéis (do Cinema Batalha) sem os destruir. Entretanto, andei aqui a investigar umas notas relacionadas com umas cartas trocadas entre Sebastião da Gama e o pintor Alberto Sampaio, e vi que não foi bem assim. Na decoração do Cinema Batalha, participaram, para além do pintor referido, Júlio Pomar, Augusto Gomes e Altino, e ainda os escultores Américo Braga e Arlindo Gonçalves.
comentários
galardões
Esta foto não tem galardões

Maquina: Canon�
Modelo: Canon PowerShot G6�
Exposição: 1/1000 sec
Abertura: f 4
MeteringMode: Multi-Segment
Flash: No Flash
Dist.Focal: 12.6875 mm

Não contente com os trabalhos de Júlio Pomar e de Américo Braga, a Câmara Municipal do Porto queixou-se ao Ministério do Interior, e, na sequência da queixa, os frescos de Pomar (“Festa de S. João do Porto”) viriam efectivamente a ser cobertos de tinta. Já ao baixo-relevo de Américo Braga na fachada lateral do edifício, alusivo ao trabalho, seriam retirados a foice e o martelo. Para evitar conotações perigosas, as figuras ficaram apenas a segurar os cabos dos utensílios (!). Passou-se isto poucos meses depois da inauguração da sala, em Junho de 1947. Quanto ao restauro, penso que fez parte da agenda de recuperações de património do “Porto 2001”.
---
[Praça da Batalha, Porto; 11-12-2005]

favorita de (1)