foto user
Dolores Marques
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Retratos/Brincando e aprendendo
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Retratos/Brincando e aprendendo
voltar lista nav-leftnav-right

Brincando e aprendendo

fotografias > 

Retratos

2017-04-09 20:31:31
comentários (42) galardões descrição exif favorita de (63)
descrição
Não há como não ficar indiferente à vivacidade de um olhar novo, numa nova era - a era dourada onde todos somos crianças.
O olhar que vê, sente e diz claramente com objectividade o lado harmonioso das coisas, mesmo que a subjectividade o queira levar para outros lugares onde a realeza acontece.
Ali existe a real verdade onde a poesia fala e respira a ordem natural de todas as coisas sublimes, de tudo o que é simples e belo, tal como o é, o olhar de uma criança quando ela própria nos diz:

- Desafio-te a me dizeres onde guardaste as palavras todas. Estão nesse baú de memórias que me descreveste num fim de tarde, quando me dizias que eram palavras, só palavras vazias de sentido?
- Desafio-te neste instante em que se quebram todas e se fazem em pedaços neste chão. Sabes de que é feito o seu corpo? De cristais e mais cristais coloridos onde se escondem os olhos todos.
- Desafio-te a contares-mas como contavas as pedrinhas coloridas do rio na concha da tua mão. Era um rio livre e sereno esse que te enchia os olhos de luzes e cores. Lembras?

Dolores Marques
exif / informação técnica
Máquina: FUJIFILM
Modelo: FinePix S6500fd
Exposição: 1/100 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/3.4
ISO: 200
Dist.Focal: 10mm
Dist.Focal (35mm):
Software: PhotoScape

favorita de 63
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular
Brincando e aprendendo
Não há como não ficar indiferente à vivacidade de um olhar novo, numa nova era - a era dourada onde todos somos crianças.
O olhar que vê, sente e diz claramente com objectividade o lado harmonioso das coisas, mesmo que a subjectividade o queira levar para outros lugares onde a realeza acontece.
Ali existe a real verdade onde a poesia fala e respira a ordem natural de todas as coisas sublimes, de tudo o que é simples e belo, tal como o é, o olhar de uma criança quando ela própria nos diz:

- Desafio-te a me dizeres onde guardaste as palavras todas. Estão nesse baú de memórias que me descreveste num fim de tarde, quando me dizias que eram palavras, só palavras vazias de sentido?
- Desafio-te neste instante em que se quebram todas e se fazem em pedaços neste chão. Sabes de que é feito o seu corpo? De cristais e mais cristais coloridos onde se escondem os olhos todos.
- Desafio-te a contares-mas como contavas as pedrinhas coloridas do rio na concha da tua mão. Era um rio livre e sereno esse que te enchia os olhos de luzes e cores. Lembras?

Dolores Marques
Tag’s: brincadeiras,crianças,vivacidade,numa nova era
comentários
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: FUJIFILM
Modelo: FinePix S6500fd
Exposição: 1/100 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/3.4
ISO: 200
Dist.Focal: 10mm
Dist.Focal (35mm):
Software: PhotoScape


favorita de (63)