foto user
Antonio Ramos
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Paisagem Urbana/Casa da Música
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Paisagem Urbana/Casa da Música
voltar lista nav-leftnav-right

Casa da Música

fotografias > 

Paisagem Urbana

2017-02-16 12:54:17
Ver no mapa
comentários (118) galardões descrição exif favorita de (136)
descrição
A Casa da Música é a principal sala de concertos do Porto.
Foi projetada pelo Arquiteto Holandês Rem Koolhaas, como parte do evento Porto Capital Europeia da Cultura em 2001, no entanto, a construção dada a sua complexidade só ficou concluída em 2005, transformando-se imediatamente num ícone da cidade.
A Casa da Música foi construída junto da Rotunda da Boavista. O lugar onde está atualmente o edifício era usado para recolha e reparação dos carros elétricos que circulavam pela cidade do Porto.
O custo inicial previsto para a construção, excluindo o valor dos terrenos, era de 33 milhões de euros, acabando por custar 111,2 milhões de euros e ficando concluída quatro anos depois do prezo inicialmente previsto.
Em 1999, quando arrancaram os trabalhos preparatórios, o objetivo oficial ainda era o de que a Casa da Música abrisse as portas em Dezembro de 2001, a tempo de coincidir com a final da Capital Europeia da Cultura. Acabou por ser inaugurada em Abril de 2005, mas os trabalhos só foram totalmente encerrados em Maio do ano seguinte.
A construção do edifício trouxe novos desafios à engenharia, de maneira a conseguir a forma geométrica ímpar que o edifício tem. Os trabalhos de engenharia estiveram a cargo das empresas Ove Arup em Londres em conjunto com Afossociados, no Porto.
A arquitetura do edifício foi aclamada internacionalmente. Nicolai Ourossoff, crítico de arquitetura do New York Times, classificou-o como “o projeto mais atraente que o arquiteto Rem Koolhaas já alguma vez construiu” e como “um edifício cujo ardor intelectual está combinado com a sua beleza sensual”. Compara-o também “ao exuberante projeto” do Museu Guggenheim Bilbao do arquiteto Frank Gehy em Bilbao, Espanha. “Olhando apenas o aspeto original do edifício, verifica-se que esta é uma das mais importantes salas de espetáculos construída nos últimos 100 anos”, comparando-o à sala de espetáculos de Walt Disney, em Los Angeles e ao auditório da “Berlim Philharmonic”.
A Inauguração
Embora do dia de abertura ocorresse no dia 14 com os Clã e Lou Reed o espaço só foi inaugurado no dia 15 de Abril de 2005, pelo então Presidente da República Jorge Sampaio. O primeiro Ministro, políticos e a sociedade do Porto estiveram presentes para o concerto, dado pela Orquestra Nacional do Porto.
A Casa da Música possui dois auditórios principais, embora outras áreas do edifício possam ser adaptadas para concertos ou espetáculos (oficinas, atividades educacionais, etc.).
O auditório tem uma capacidade inicial de 1328 lugares, mas pode variar de acordo com a ocasião.



O auditório pequeno é flexível, não sendo publicitado um número fixo de lugares, embora possa ser definida uma média de 300 lugares sentados e 650 lugares de pé, dependendo do tamanho e da localização do palco, da disposição das cadeiras, da presença e do tamanho do equipamento de som e de gravação, etc.
No topo do edifício, existe um terceiro espaço para espetáculos, projetado para 250 lugares sentados.
A casa da Música encontra-se atualmente no roteiro turístico e é visita assídua dos turistas que visitam a Cidade do Porto.





exif / informação técnica
Máquina: NIKON CORPORATION
Modelo: NIKON D3300
Exposição: 1/640 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/13
ISO: 200
Dist.Focal: 18mm
Dist.Focal (35mm): 27 mm
Software: Ver.1.00

favorita de 136
galardões
  • galardão favorito
    100
    favoritos
  • galardão popular
    foto
    popular
Casa da Música
A Casa da Música é a principal sala de concertos do Porto.
Foi projetada pelo Arquiteto Holandês Rem Koolhaas, como parte do evento Porto Capital Europeia da Cultura em 2001, no entanto, a construção dada a sua complexidade só ficou concluída em 2005, transformando-se imediatamente num ícone da cidade.
A Casa da Música foi construída junto da Rotunda da Boavista. O lugar onde está atualmente o edifício era usado para recolha e reparação dos carros elétricos que circulavam pela cidade do Porto.
O custo inicial previsto para a construção, excluindo o valor dos terrenos, era de 33 milhões de euros, acabando por custar 111,2 milhões de euros e ficando concluída quatro anos depois do prezo inicialmente previsto.
Em 1999, quando arrancaram os trabalhos preparatórios, o objetivo oficial ainda era o de que a Casa da Música abrisse as portas em Dezembro de 2001, a tempo de coincidir com a final da Capital Europeia da Cultura. Acabou por ser inaugurada em Abril de 2005, mas os trabalhos só foram totalmente encerrados em Maio do ano seguinte.
A construção do edifício trouxe novos desafios à engenharia, de maneira a conseguir a forma geométrica ímpar que o edifício tem. Os trabalhos de engenharia estiveram a cargo das empresas Ove Arup em Londres em conjunto com Afossociados, no Porto.
A arquitetura do edifício foi aclamada internacionalmente. Nicolai Ourossoff, crítico de arquitetura do New York Times, classificou-o como “o projeto mais atraente que o arquiteto Rem Koolhaas já alguma vez construiu” e como “um edifício cujo ardor intelectual está combinado com a sua beleza sensual”. Compara-o também “ao exuberante projeto” do Museu Guggenheim Bilbao do arquiteto Frank Gehy em Bilbao, Espanha. “Olhando apenas o aspeto original do edifício, verifica-se que esta é uma das mais importantes salas de espetáculos construída nos últimos 100 anos”, comparando-o à sala de espetáculos de Walt Disney, em Los Angeles e ao auditório da “Berlim Philharmonic”.
A Inauguração
Embora do dia de abertura ocorresse no dia 14 com os Clã e Lou Reed o espaço só foi inaugurado no dia 15 de Abril de 2005, pelo então Presidente da República Jorge Sampaio. O primeiro Ministro, políticos e a sociedade do Porto estiveram presentes para o concerto, dado pela Orquestra Nacional do Porto.
A Casa da Música possui dois auditórios principais, embora outras áreas do edifício possam ser adaptadas para concertos ou espetáculos (oficinas, atividades educacionais, etc.).
O auditório tem uma capacidade inicial de 1328 lugares, mas pode variar de acordo com a ocasião.



O auditório pequeno é flexível, não sendo publicitado um número fixo de lugares, embora possa ser definida uma média de 300 lugares sentados e 650 lugares de pé, dependendo do tamanho e da localização do palco, da disposição das cadeiras, da presença e do tamanho do equipamento de som e de gravação, etc.
No topo do edifício, existe um terceiro espaço para espetáculos, projetado para 250 lugares sentados.
A casa da Música encontra-se atualmente no roteiro turístico e é visita assídua dos turistas que visitam a Cidade do Porto.





Tag’s: Jardim da Boavista,casa da musica,Av. da Boavista,mercado do Bom Sucesso
comentários
galardões
  • galardão favorito
    100
    favoritos
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: NIKON CORPORATION
Modelo: NIKON D3300
Exposição: 1/640 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/13
ISO: 200
Dist.Focal: 18mm
Dist.Focal (35mm): 27 mm
Software: Ver.1.00


favorita de (136)