foto user
Silvana Regina
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Outros/... de mansinho
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Outros/... de mansinho
voltar lista nav-leftnav-right

... de mansinho

fotografias > 

Outros

2017-01-27 19:38:48
Ver no mapa
comentários (101) galardões descrição exif favorita de (121)
descrição
ESTAU '16 | by Isaac Cordal

Numa reflexão sobre a sociedade atual, o escultor Isaac Cordal criou a série de microesculturas intitulada “Eclipses de Cemento” (“Eclipses de Cimento”, em português). O cimento é o pano de fundo, o cenário para suas instalações – um material industrial e símbolo da “anti-naturalização” das coisas. A massificação e a objetificação do homem moderno estão representadas em suas esculturas, que também mostram uma tentativa de sobrevivência da natureza. Por isso o tamanho das esculturas – que fazem qualquer poça d’água parecer um lago.

Natural de Galiza, na Espanha, Cordal iniciou suas esculturas em 2002 e foi se aprimorando ao longo do tempo, levando-as para as ruas de Vigo, município espanhol, quatro anos depois. A arte efêmera faz com que qualquer pessoa possa dar um novo rumo e significado às miniaturas espalhadas por aí.
exif / informação técnica
Máquina: SONY
Modelo: DSC-HX1
Exposição: 1/200 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/6.3
ISO: 125
Dist.Focal: 99.4mm
Dist.Focal (35mm):
Software: PhotoScape

favorita de 121
galardões
  • galardão partilhas
    partilhas
  • galardão visitas
    1000
    visitas
  • galardão favorito
    100
    favoritos
  • galardão popular
    foto
    popular
... de mansinho
ESTAU '16 | by Isaac Cordal

Numa reflexão sobre a sociedade atual, o escultor Isaac Cordal criou a série de microesculturas intitulada “Eclipses de Cemento” (“Eclipses de Cimento”, em português). O cimento é o pano de fundo, o cenário para suas instalações – um material industrial e símbolo da “anti-naturalização” das coisas. A massificação e a objetificação do homem moderno estão representadas em suas esculturas, que também mostram uma tentativa de sobrevivência da natureza. Por isso o tamanho das esculturas – que fazem qualquer poça d’água parecer um lago.

Natural de Galiza, na Espanha, Cordal iniciou suas esculturas em 2002 e foi se aprimorando ao longo do tempo, levando-as para as ruas de Vigo, município espanhol, quatro anos depois. A arte efêmera faz com que qualquer pessoa possa dar um novo rumo e significado às miniaturas espalhadas por aí.
Tag’s: street art,Isaac Cordal,Estarreja,Portugal
comentários
galardões
  • galardão partilhas
    partilhas
  • galardão visitas
    1000
    visitas
  • galardão favorito
    100
    favoritos
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: SONY
Modelo: DSC-HX1
Exposição: 1/200 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/6.3
ISO: 125
Dist.Focal: 99.4mm
Dist.Focal (35mm):
Software: PhotoScape


favorita de (121)