foto user
Maria Vitorino
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Moda/Estrela de Belém (ler sff)
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Moda/Estrela de Belém (ler sff)
voltar lista nav-leftnav-right

Estrela de Belém (ler sff)

fotografias > 

Moda

2016-11-26 14:54:25
Ver no mapa
comentários (89) galardões descrição exif favorita de (127)
descrição
Torrão de açúcar “O Ornithogalum”

O Ornithogalum, mais conhecido por torrão de açúcar, olhos de gato ou estrela de Belém, lágrima de mãe, é originário da região do Cabo (África do Sul) e foi introduzido na Europa na segunda metade do século XVIII.
É utilizado como flor de corte, planta de vaso ou em jardins. As 3 espécies mais divulgadas são o Ornithogalum thyrsoides, com flor branca, o Ornithogalum arabicum e o Ornithogalum saundersiae, com flor de cor creme. Também já existe no mercado o Ornithogalum Dubium, com a flor cor de laranja.
O torrão de açúcar é um bolbo que prefere solos permeáveis, com boa drenagem e arejamento, ricos em matéria orgânica e pouco ácidos (pH entre 5,6 a 6,5). As temperaturas ótimas para o seu crescimento oscilam entre os 10 e os 15ºC e, para a floração, deverão rondar os 20/25ºC.
Na Ilha da Madeira, pode ser plantado entre os 200 e os 600 m de altitude, na costa sul, ou até os 500 m na costa norte.
A plantação pode ser efetuada em setembro (para florir em dezembro) ou em outubro (para florir entre abril e maio). Os bolbos são geralmente plantados a uma profundidade de 5 cm e com uma distância entre eles de 10 cm. A planta pode atingir 50 a 100 cm de altura e possui folhas lanceoladas de cor verde escura.
O número de hastes florais obtidas por bolbo depende do seu calibre (perímetro do bolbo): para o Ornithogalum thyrsoides, calibres de 8-10 cm produzem 4 hastes/bolbo, enquanto que calibres de 5-6cm produzem 2 hastes/bolbo; para o Ornithogalum arabicum utilizam-se bolbos com calibre 12-14cm e para o Ornithogalum saundersiae bolbos com 14-16 cm, ambos com produção de 2 hastes/bolbo.
O Ornithogalum thyrsoides é colhido quando o 1.º botão floral, ainda fechado, atinge a cor branca. Para as outras duas espécies, quando 3 a 4 botões estiverem abertos.
O torrão de açúcar é geralmente vendido em molhos de 10 hastes. A duração pós-colheita é de 2 a 4 semanas, apesar da duração de cada flor individual ser mais curta, uma vez que a haste floral é composta pelo pedúnculo e pela inflorescência e esta possui inúmeras flores que começam a abrir gradualmente, desde a base da espiga até ao ápice.

http://www.sra.pt/dica/index.php/producao-vegetal/floricultura/120-o-torrao-de-acucar
exif / informação técnica
Máquina: samsung
Modelo: SM-G900F
Exposição: 1/1000 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/2.2
ISO: 40
Dist.Focal: 4.8mm
Dist.Focal (35mm): 31 mm
Software: Adobe Photoshop Lightroom 5.3 (Windows)

favorita de 127
galardões
  • galardão favorito
    100
    favoritos
  • galardão popular
    foto
    popular
Estrela de Belém (ler sff)
Torrão de açúcar “O Ornithogalum”

O Ornithogalum, mais conhecido por torrão de açúcar, olhos de gato ou estrela de Belém, lágrima de mãe, é originário da região do Cabo (África do Sul) e foi introduzido na Europa na segunda metade do século XVIII.
É utilizado como flor de corte, planta de vaso ou em jardins. As 3 espécies mais divulgadas são o Ornithogalum thyrsoides, com flor branca, o Ornithogalum arabicum e o Ornithogalum saundersiae, com flor de cor creme. Também já existe no mercado o Ornithogalum Dubium, com a flor cor de laranja.
O torrão de açúcar é um bolbo que prefere solos permeáveis, com boa drenagem e arejamento, ricos em matéria orgânica e pouco ácidos (pH entre 5,6 a 6,5). As temperaturas ótimas para o seu crescimento oscilam entre os 10 e os 15ºC e, para a floração, deverão rondar os 20/25ºC.
Na Ilha da Madeira, pode ser plantado entre os 200 e os 600 m de altitude, na costa sul, ou até os 500 m na costa norte.
A plantação pode ser efetuada em setembro (para florir em dezembro) ou em outubro (para florir entre abril e maio). Os bolbos são geralmente plantados a uma profundidade de 5 cm e com uma distância entre eles de 10 cm. A planta pode atingir 50 a 100 cm de altura e possui folhas lanceoladas de cor verde escura.
O número de hastes florais obtidas por bolbo depende do seu calibre (perímetro do bolbo): para o Ornithogalum thyrsoides, calibres de 8-10 cm produzem 4 hastes/bolbo, enquanto que calibres de 5-6cm produzem 2 hastes/bolbo; para o Ornithogalum arabicum utilizam-se bolbos com calibre 12-14cm e para o Ornithogalum saundersiae bolbos com 14-16 cm, ambos com produção de 2 hastes/bolbo.
O Ornithogalum thyrsoides é colhido quando o 1.º botão floral, ainda fechado, atinge a cor branca. Para as outras duas espécies, quando 3 a 4 botões estiverem abertos.
O torrão de açúcar é geralmente vendido em molhos de 10 hastes. A duração pós-colheita é de 2 a 4 semanas, apesar da duração de cada flor individual ser mais curta, uma vez que a haste floral é composta pelo pedúnculo e pela inflorescência e esta possui inúmeras flores que começam a abrir gradualmente, desde a base da espiga até ao ápice.

http://www.sra.pt/dica/index.php/producao-vegetal/floricultura/120-o-torrao-de-acucar
Tag’s: M-torrão de açúcar.,olhos de gato,África do Sul,bolbo,estrela de Belém,lágrima de mãe
comentários
galardões
  • galardão favorito
    100
    favoritos
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: samsung
Modelo: SM-G900F
Exposição: 1/1000 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/2.2
ISO: 40
Dist.Focal: 4.8mm
Dist.Focal (35mm): 31 mm
Software: Adobe Photoshop Lightroom 5.3 (Windows)


favorita de (127)