foto user
Paulo Jorge A.C.Pereira
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Arte Digital/Fernão Capelo Gaivota
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Arte Digital/Fernão Capelo Gaivota
voltar lista nav-leftnav-right

Fernão Capelo Gaivota

fotografias > 

Arte Digital

2006-09-17 18:50:53
comentários (48) galardões descrição exif favorita de (31)
descrição
Na superfície do azul brilhante do céu, tentando a custo manter as asas numa dolorosa curva, Fernão Capelo Gaivota levanta o bico a trinta metros de altura. E voa. Voar é muito importante, tão ou mais importante que viver, que comer, pelo menos para Fernão, uma gaivota que pensa e sente o sabor do infinito. E verdade, que é caro pensar diferentemente do resto do bando, passar dias inteiros só voando, só aprendendo a voar, longe do comum dos mortais, estes que se contentam com o que são, na pobreza das limitações. Para Fernão é diferente, evoluir é necessário, a vida é o desconhecido e o desconhecível. Afinal uma gaivota que se preza tem de viver o brilho das estrelas, analisar de perto o paraíso, respirar ares mais leves e mais afáveis. Viver é conquistar, não limitar o ilimitável. Sempre haverá o que aprender. Sempre.
exif / informação técnica
Maquina: Panasonic�
Modelo: DMC-FZ10�
Exposição: 1/250 sec
Abertura: f 8
ISO: 50
MeteringMode: Multi-Segment
Flash: No Flash
Dist.Focal: 29.6 mm

Inspirado no livro "Fernão Capelo Gaivota", de Richard Bach, k nos ensina a todos a voar, nas asas dos sonhos e pensamentos.
favorita de 31
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas
  • galardão popular
    foto
    popular
Fernão Capelo Gaivota
Na superfície do azul brilhante do céu, tentando a custo manter as asas numa dolorosa curva, Fernão Capelo Gaivota levanta o bico a trinta metros de altura. E voa. Voar é muito importante, tão ou mais importante que viver, que comer, pelo menos para Fernão, uma gaivota que pensa e sente o sabor do infinito. E verdade, que é caro pensar diferentemente do resto do bando, passar dias inteiros só voando, só aprendendo a voar, longe do comum dos mortais, estes que se contentam com o que são, na pobreza das limitações. Para Fernão é diferente, evoluir é necessário, a vida é o desconhecido e o desconhecível. Afinal uma gaivota que se preza tem de viver o brilho das estrelas, analisar de perto o paraíso, respirar ares mais leves e mais afáveis. Viver é conquistar, não limitar o ilimitável. Sempre haverá o que aprender. Sempre.
comentários
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas
  • galardão popular
    foto
    popular

Maquina: Panasonic�
Modelo: DMC-FZ10�
Exposição: 1/250 sec
Abertura: f 8
ISO: 50
MeteringMode: Multi-Segment
Flash: No Flash
Dist.Focal: 29.6 mm

Inspirado no livro "Fernão Capelo Gaivota", de Richard Bach, k nos ensina a todos a voar, nas asas dos sonhos e pensamentos.