foto user

O PENSADOR

Iolanda Gomes
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
carregar
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Outros/O PENSADOR
voltar lista nav-leftnav-right

O PENSADOR

fotografias > 

Outros

2010-07-02 01:04:22
comentários (11) galardões descrição exif favorita de (1)
descrição
http://www.youtube.com/watch?v=tw3pqPqsEe8
Muxima Uamié (o meu coração)

O Pensador é hoje uma figura emblemática de Angola, que aparece inclusive na filigrana das notas de kwanza, a moeda nacional.
É considerada uma obra de arte nativa fidedignamente angolana.
Parece que, à semelhança de qualquer figura emblemática de um povo, como, por exemplo, o "Zé Povinho" em Portugal, o "John Bull" na Inglaterra ou o "Tio Sam" nos Estados Unidos , o Pensador tem origem numa "tradição inventada" — como diria Hobsbawm — ou "convencionada".
Na verdade, os primeiros pensadores angolanos foram esculpidos nas oficinas do Museu do Dundo em data posterior a 1947. Nesse ano, por iniciativa da Diamang, a então Companhia dos Diamantes da Lunda, foi criado na povoação do Dundo um museu de arte tradicional e de colecções etnográficas e arqueológicas. Os funcionários da Diamang, na maioria belgas e portugueses, chegaram a contratar artesãos locais e instalaram-nos em oficinas, incentivando-os a esculpir na madeira ou a modelar no barro figuras que fossem genuinamente "nativas", mas ao mesmo tempo interferindo no sentido de aproximar as formas de uma estética que julgavam ser mais convencional no sentido ocidental.
A invenção do Pensador angolano talvez se tenha ficado a dever a um caso destes. Pegando em figuras do ngombo, o cesto de adivinhação dos lunda-tchokwe, os europeus induziram os africanos a criar uma figura que, de algum modo, se assemelhava a uma estatuária de origem grega, particularmente cara aos escultores europeus renascentistas, como Leonardo Da Vinci ou Rodin.
exif / informação técnica
Máquina: SONY
Modelo: DSC-W130
Exposição: 10/500
Abertura: f/3.5
ISO: 800
MeteringMode: Pattern
Flash: Não
Dist.Focal: 9.1 mm

favorita de 1
galardões
Esta foto não tem galardões
O PENSADOR
http://www.youtube.com/watch?v=tw3pqPqsEe8
Muxima Uamié (o meu coração)

O Pensador é hoje uma figura emblemática de Angola, que aparece inclusive na filigrana das notas de kwanza, a moeda nacional.
É considerada uma obra de arte nativa fidedignamente angolana.
Parece que, à semelhança de qualquer figura emblemática de um povo, como, por exemplo, o "Zé Povinho" em Portugal, o "John Bull" na Inglaterra ou o "Tio Sam" nos Estados Unidos , o Pensador tem origem numa "tradição inventada" — como diria Hobsbawm — ou "convencionada".
Na verdade, os primeiros pensadores angolanos foram esculpidos nas oficinas do Museu do Dundo em data posterior a 1947. Nesse ano, por iniciativa da Diamang, a então Companhia dos Diamantes da Lunda, foi criado na povoação do Dundo um museu de arte tradicional e de colecções etnográficas e arqueológicas. Os funcionários da Diamang, na maioria belgas e portugueses, chegaram a contratar artesãos locais e instalaram-nos em oficinas, incentivando-os a esculpir na madeira ou a modelar no barro figuras que fossem genuinamente "nativas", mas ao mesmo tempo interferindo no sentido de aproximar as formas de uma estética que julgavam ser mais convencional no sentido ocidental.
A invenção do Pensador angolano talvez se tenha ficado a dever a um caso destes. Pegando em figuras do ngombo, o cesto de adivinhação dos lunda-tchokwe, os europeus induziram os africanos a criar uma figura que, de algum modo, se assemelhava a uma estatuária de origem grega, particularmente cara aos escultores europeus renascentistas, como Leonardo Da Vinci ou Rodin.
comentários
galardões
Esta foto não tem galardões

Máquina: SONY
Modelo: DSC-W130
Exposição: 10/500
Abertura: f/3.5
ISO: 800
MeteringMode: Pattern
Flash: Não
Dist.Focal: 9.1 mm


favorita de (1)