foto user
Dalmo Arraes.
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Gastronomia/Pimenta
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Gastronomia/Pimenta
voltar lista nav-leftnav-right
descrição
A pimenta vermelha (que existe em vários tamanhos), assim como outras pimentas (ex: tabasco, habanero, jalapeño), são frutos de árvores do gênero Capsicum, que possui origem na palavra grega kaptos, que significa morder. Afinal, quando colocamos uma dessas pimentas na boca, até parece que elas mordem, de tão ardidas que são.

As substâncias capsaicina e piperina ardem, mas são estudadas justamente pelas propriedades anti-dor que possuem!

Surpresa! Elas provocam a liberação de endorfinas – verdadeiras morfinas internas, analgésicos naturais extremamente potentes que o nosso cérebro fabrica! O mecanismo é simples: Assim que você ingere um alimento apimentado, a capsaicina ou a piperina ativam receptores sensí­veis na lí­ngua e na boca. Esses receptores transmitem ao cérebro uma mensagem primitiva e genérica, de que a sua boca estaria pegando fogo. Tal informação, gera, imediatamente, uma resposta do cérebro no sentido de salvá-lo desse fogo: você começa a salivar, sua face transpira e seu nariz fica úmido, tudo isso no intuito de refrescá-lo. Além disso, embora a pimenta não tenha provocado nenhum dano fí­sico real, seu cérebro, enganado pela informação que sua boca estava pegando fogo, inicia, de pronto, a fabricação de endorfinas, que permanecem um bom tempo no seu organismo, provocando uma sensação de bem-estar, uma euforia, um tipo de barato, um estado alterado de consciência muito agradável, causado pelo verdadeiro banho de morfina interna do cérebro. E tudo isso sem nenhuma gota de álcool! Quanto mais ardida a pimenta, mais endorfina é produzida! E quanto mais endorfina, menos dor e menos enxaqueca.
exif / informação técnica
Máquina: Canon
Modelo: Canon EOS REBEL T3i
Exposição: 1/180 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/16
ISO: 6400
Dist.Focal: 105mm
Dist.Focal (35mm):
Software: Adobe Photoshop Lightroom 5.7 (Windows)

favorita de 96
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular
Dalmo Arraes.

Dalmo Arraes.

olhares.com/Dalmoarraes
Ribeirão Preto. S.P.,Brasil
Pimenta
A pimenta vermelha (que existe em vários tamanhos), assim como outras pimentas (ex: tabasco, habanero, jalapeño), são frutos de árvores do gênero Capsicum, que possui origem na palavra grega kaptos, que significa morder. Afinal, quando colocamos uma dessas pimentas na boca, até parece que elas mordem, de tão ardidas que são.

As substâncias capsaicina e piperina ardem, mas são estudadas justamente pelas propriedades anti-dor que possuem!

Surpresa! Elas provocam a liberação de endorfinas – verdadeiras morfinas internas, analgésicos naturais extremamente potentes que o nosso cérebro fabrica! O mecanismo é simples: Assim que você ingere um alimento apimentado, a capsaicina ou a piperina ativam receptores sensí­veis na lí­ngua e na boca. Esses receptores transmitem ao cérebro uma mensagem primitiva e genérica, de que a sua boca estaria pegando fogo. Tal informação, gera, imediatamente, uma resposta do cérebro no sentido de salvá-lo desse fogo: você começa a salivar, sua face transpira e seu nariz fica úmido, tudo isso no intuito de refrescá-lo. Além disso, embora a pimenta não tenha provocado nenhum dano fí­sico real, seu cérebro, enganado pela informação que sua boca estava pegando fogo, inicia, de pronto, a fabricação de endorfinas, que permanecem um bom tempo no seu organismo, provocando uma sensação de bem-estar, uma euforia, um tipo de barato, um estado alterado de consciência muito agradável, causado pelo verdadeiro banho de morfina interna do cérebro. E tudo isso sem nenhuma gota de álcool! Quanto mais ardida a pimenta, mais endorfina é produzida! E quanto mais endorfina, menos dor e menos enxaqueca.
Tag’s: Ribeirão Preto,São Paulo,Brasil,América do Sul
comentários
foto autor

Dalmo Arraes.

olhares.com/Dalmoarraes
Ribeirão Preto. S.P.,Brasil
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular

Dalmo Arraes.

Dalmo Arraes.

olhares.com/Dalmoarraes
Ribeirão Preto. S.P.,Brasil
Máquina: Canon
Modelo: Canon EOS REBEL T3i
Exposição: 1/180 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/16
ISO: 6400
Dist.Focal: 105mm
Dist.Focal (35mm):
Software: Adobe Photoshop Lightroom 5.7 (Windows)


Dalmo Arraes.

Dalmo Arraes.

olhares.com/Dalmoarraes
Ribeirão Preto. S.P.,Brasil
favorita de (96)