foto user
MARGOT KATZ DE CASTRO
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Animais/Sabia-do-campo
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Animais/Sabia-do-campo
voltar lista nav-leftnav-right
descrição
Família: Mimidae Espécie: Mimus saturninus

Comprimento: 26 cm; peso: 73 g. Presente nas regiões campestres do baixo Rio Amazonas e do Estado do Amapá, e do Maranhão através das regiões Centro-oeste, Nordeste, Sudeste e Sul até o Rio Grande do Sul. Encontrado também no Suriname, Bolívia, Paraguai, Uruguai e Argentina. É comum em qualquer paisagem aberta e semi-aberta com árvores ou arbustos, fazendas, ao redor de habitações, caatingas, montanhas do Sudeste (Serras do Mar e da Mantiqueira), buritizais (Mato Grosso e Goiás). Alcança localmente o litoral, por exemplo na Bahia. Alimenta-se principalmente de insetos e frutos, mas também de aranhas e mais raramente de minhocas, néctar e flores. As sementes ingeridas são eliminadas intactas através das fezes ou por regurgitação, o que o torna um agente dispersor das mesmas. Ocasionalmente alimenta-se também de ovos de outros pássaros, atacando os ninhos. Vive em pequenos grupos, pousado em locais baixos ou no chão. Faz ninho na forma de uma tigela rasa e grosseira, localizada na copa das árvores. Gosta de construir sobre um ninho velho, inclusive de outra ave. Põe ovos esverdeados com manchas cor-de-ferrugem. É migratório em algumas regiões, como no Rio de Janeiro. Conhecido também como arrebita-rabo, galo-do-campo, sabiá-cara-de-gato, sabiá-do-sertão, tejo (Paraná), calandra (Rio Grande do Sul) e tejo-do-campo.
Bjusssssssss
exif / informação técnica
Sem informações de EXIF
favorita de 2
comentários
galardões
Esta foto não tem galardões
Sabia-do-campo
Família: Mimidae Espécie: Mimus saturninus

Comprimento: 26 cm; peso: 73 g. Presente nas regiões campestres do baixo Rio Amazonas e do Estado do Amapá, e do Maranhão através das regiões Centro-oeste, Nordeste, Sudeste e Sul até o Rio Grande do Sul. Encontrado também no Suriname, Bolívia, Paraguai, Uruguai e Argentina. É comum em qualquer paisagem aberta e semi-aberta com árvores ou arbustos, fazendas, ao redor de habitações, caatingas, montanhas do Sudeste (Serras do Mar e da Mantiqueira), buritizais (Mato Grosso e Goiás). Alcança localmente o litoral, por exemplo na Bahia. Alimenta-se principalmente de insetos e frutos, mas também de aranhas e mais raramente de minhocas, néctar e flores. As sementes ingeridas são eliminadas intactas através das fezes ou por regurgitação, o que o torna um agente dispersor das mesmas. Ocasionalmente alimenta-se também de ovos de outros pássaros, atacando os ninhos. Vive em pequenos grupos, pousado em locais baixos ou no chão. Faz ninho na forma de uma tigela rasa e grosseira, localizada na copa das árvores. Gosta de construir sobre um ninho velho, inclusive de outra ave. Põe ovos esverdeados com manchas cor-de-ferrugem. É migratório em algumas regiões, como no Rio de Janeiro. Conhecido também como arrebita-rabo, galo-do-campo, sabiá-cara-de-gato, sabiá-do-sertão, tejo (Paraná), calandra (Rio Grande do Sul) e tejo-do-campo.
Bjusssssssss
comentários
galardões
Esta foto não tem galardões

Sem informações de EXIF

favorita de (2)