foto user
Fernando Pineza
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Gentes e Locais/Simplesmente pescando! (ler por favor)
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Gentes e Locais/Simplesmente pescando! (ler por favor)
voltar lista nav-leftnav-right

Simplesmente pescando! (ler por favor)

fotografias > 

Gentes e Locais

2017-04-04 01:20:30
Ver no mapa
comentários (114) galardões descrição exif favorita de (156)
descrição
A perspectiva com que olhamos, pode dar ou tirar-nos inspiração!

"A surdez de Beethoven e seus sonhos

Nada é mais grave para um músico do que perder a audição.
Beethoven, um dos gênios da música, perdeu-a depois de ter feito
belas composições.
Os recursos médicos ineficazes o levaram a uma profunda crise
psíquica. Seus pensamentos agitaram-se como ondas rebeldes, sua
emoção tornou-se um céu sem estrelas. Não havia flores nos solos
da vida. Perdeu o encanto pela existência. Deixar
de ouvir e compor músicas era tirar o chão de Beethoven. Cogitou,
assim, no suicídio.
Mas algo aconteceu. Quando todos pensavam que seus sonhos
tinham sido sepultados pelo inquietante silêncio da surdez,
surgiram sorrateiramente os mais espetaculares sonhos no árido
solo da sua emoção. Ante sua condição miserável, ele decidiu
superá-Ia.
Ou Beethoven se calaria diante da surdez ou lutaria contra ela e
faria o que ninguém jamais fez: produzir músicas apesar de não
ouvi-Ias. No entanto, apesar de surdo, ele aprendeu a
ouvir o inaudível, aprendeu a ouvir com o coração. Não desistiu da
vida; ao contrário, exaltou-a. Os sonhos venceram. O mundo
ganhou.
Com indescritível sensibilidade, Beethoven compôs belíssimas
músicas após a surdez. Entre outras atitudes, ouvia as vibrações das
notas no solo.
A teoria da inteligência multifocal revela que as vibrações do
solo produziam ecos na sua memória, abriam inúmeras janelas onde
se encontravam antigas composições, que, por sua vez, eram
reorganizadas, libertando sua criatividade e o fazendo compor novas
e encantadoras músicas.
Quando no complexo teatro da mente humana há sonhos, os
surdos podem ouvir melodias, os cegos podem ver cores, os
abatidos podem encontrar força para continuar. Os sonhos têm o
poder de nos levar a patamares impensáveis. Quem dera fôssemos
todos sonhadores!"

Pequeno trecho retirado de um livro de Augusto Cury ("O pescador de sonhos")


Todos devemos pescar os nossos sonhos e não abandoná-los, ficando cegos na nossa criatividade e deixando assim que o nosso cérebro nos comande em vez de sermos nós a comandá-lo!

Bem hajam e façam o favor de serem felizes!
exif / informação técnica
Máquina: Canon
Modelo: Canon EOS 700D
Exposição: 1/125 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/5.6
ISO: 200
Dist.Focal: 18mm
Dist.Focal (35mm):
Software: Adobe Photoshop Lightroom 5.7.1 (Windows)

favorita de 156
galardões
  • galardão favorito
    100
    favoritos
  • galardão popular
    foto
    popular
  • galardão curador
    curador
  • galardão curador
    curador
Simplesmente pescando! (ler por favor)
A perspectiva com que olhamos, pode dar ou tirar-nos inspiração!

"A surdez de Beethoven e seus sonhos

Nada é mais grave para um músico do que perder a audição.
Beethoven, um dos gênios da música, perdeu-a depois de ter feito
belas composições.
Os recursos médicos ineficazes o levaram a uma profunda crise
psíquica. Seus pensamentos agitaram-se como ondas rebeldes, sua
emoção tornou-se um céu sem estrelas. Não havia flores nos solos
da vida. Perdeu o encanto pela existência. Deixar
de ouvir e compor músicas era tirar o chão de Beethoven. Cogitou,
assim, no suicídio.
Mas algo aconteceu. Quando todos pensavam que seus sonhos
tinham sido sepultados pelo inquietante silêncio da surdez,
surgiram sorrateiramente os mais espetaculares sonhos no árido
solo da sua emoção. Ante sua condição miserável, ele decidiu
superá-Ia.
Ou Beethoven se calaria diante da surdez ou lutaria contra ela e
faria o que ninguém jamais fez: produzir músicas apesar de não
ouvi-Ias. No entanto, apesar de surdo, ele aprendeu a
ouvir o inaudível, aprendeu a ouvir com o coração. Não desistiu da
vida; ao contrário, exaltou-a. Os sonhos venceram. O mundo
ganhou.
Com indescritível sensibilidade, Beethoven compôs belíssimas
músicas após a surdez. Entre outras atitudes, ouvia as vibrações das
notas no solo.
A teoria da inteligência multifocal revela que as vibrações do
solo produziam ecos na sua memória, abriam inúmeras janelas onde
se encontravam antigas composições, que, por sua vez, eram
reorganizadas, libertando sua criatividade e o fazendo compor novas
e encantadoras músicas.
Quando no complexo teatro da mente humana há sonhos, os
surdos podem ouvir melodias, os cegos podem ver cores, os
abatidos podem encontrar força para continuar. Os sonhos têm o
poder de nos levar a patamares impensáveis. Quem dera fôssemos
todos sonhadores!"

Pequeno trecho retirado de um livro de Augusto Cury ("O pescador de sonhos")


Todos devemos pescar os nossos sonhos e não abandoná-los, ficando cegos na nossa criatividade e deixando assim que o nosso cérebro nos comande em vez de sermos nós a comandá-lo!

Bem hajam e façam o favor de serem felizes!
Tag’s: costa da caparica,pesca,altura,sonhos,perspectiva,olhares,o mar
comentários
galardões
  • galardão favorito
    100
    favoritos
  • galardão popular
    foto
    popular
  • galardão curador
    curador

Máquina: Canon
Modelo: Canon EOS 700D
Exposição: 1/125 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/5.6
ISO: 200
Dist.Focal: 18mm
Dist.Focal (35mm):
Software: Adobe Photoshop Lightroom 5.7.1 (Windows)


favorita de (156)