foto user
Maria Vitorino
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Macro/Sociedade OGM (ler sff)
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Macro/Sociedade OGM (ler sff)
voltar lista nav-leftnav-right

Sociedade OGM (ler sff)

fotografias > 

Macro

2017-02-16 22:03:52
Ver no mapa
comentários (89) galardões descrição exif favorita de (112)
descrição
Organismos Geneticamente Modificados são aqueles que receberam DNAs de um ou mais seres que não se cruzariam de formas naturais. Essa alteração é feita por intervenção de técnicas da engenharia genética. A geração de transgênicos visa obter características novas ou melhoradas em relação ao objeto original.

No caso dos alimentos transgênicos, o embrião é modificado pela inserção de um gene de outra espécie, a fim de modificar suas características para que as plantas, em seu cultivo, possam ser mais resistentes às pragas, insetos e fungos, reduzindo a utilização de pesticidas e inseticidas, que são prejudiciais ao meio ambiente.

O milho é um dos alimentos transgênicos mais consumidos no mundo e o mais produzido no Brasil, e é o principal exemplo da manipulação de espécies pelo homem. O milho cultivado pelos índios mal lembra o milho atual. As espigas eram pequenas, cheias de grãos faltando e boa parte da produção era perdida devido a doenças e pragas.

Este método faz com que o alimento seja mais resistente a pragas, rentabiliza a produção mas pode proporcionar riscos, no ser humano, de difícil mensuração.

Apesar de não haver informações cientificas suficientes sobre todos os efeitos dos transgênicos na saúde humana, alguns fatores puderam ser observados.

Quando se insere um gene de um ser em outro, há a formação de novos compostos nesse organismo, podendo ocorrer a produção de novas proteínas alergénicas ou de substâncias que provocariam efeitos tóxicos quando ingeridos, causando reações alérgicas em pessoas predispostas.

Outro argumento contrário é que alguns alimentos transgênicos podem conter genes de bactérias que conferem resistência a antibióticos, o que pode reduzir a eficiência desses medicamentos no organismo.

Porém, o consumo de alimentos transgênicos não é de total prejuízo. Esses alimentos podem ser enriquecidos com um componente nutricional essencial, obtendo alimentos mais saborosos e ricos do ponto de vista nutricional. Além de serem economicamente mais baratos que os orgânicos.

Cabe-nos a nós consumidores fazer a melhor escolha.


http://www.ecycle.com.br/component/content/article/62-alimentos/2486-milhos-transgenicos-riscos-beneficios-material-genetico-modificado-pesticidas-inseticidas-forma-atual-fortes-grandes-lagartas-lepidoptera-embrapa-seguros-ser-humano-consumo-alergias-proteinas-genes-bacterias-alternativas-organicos-produtos.html
exif / informação técnica
Máquina: samsung
Modelo: SM-G935F
Exposição: 1/3000 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/1.7
ISO: 40
Dist.Focal: 4.2mm
Dist.Focal (35mm): 26 mm
Software: Adobe Photoshop Lightroom 5.3 (Windows)

favorita de 112
galardões
  • galardão partilhas
    partilhas
  • galardão favorito
    100
    favoritos
  • galardão popular
    foto
    popular
Sociedade OGM (ler sff)
Organismos Geneticamente Modificados são aqueles que receberam DNAs de um ou mais seres que não se cruzariam de formas naturais. Essa alteração é feita por intervenção de técnicas da engenharia genética. A geração de transgênicos visa obter características novas ou melhoradas em relação ao objeto original.

No caso dos alimentos transgênicos, o embrião é modificado pela inserção de um gene de outra espécie, a fim de modificar suas características para que as plantas, em seu cultivo, possam ser mais resistentes às pragas, insetos e fungos, reduzindo a utilização de pesticidas e inseticidas, que são prejudiciais ao meio ambiente.

O milho é um dos alimentos transgênicos mais consumidos no mundo e o mais produzido no Brasil, e é o principal exemplo da manipulação de espécies pelo homem. O milho cultivado pelos índios mal lembra o milho atual. As espigas eram pequenas, cheias de grãos faltando e boa parte da produção era perdida devido a doenças e pragas.

Este método faz com que o alimento seja mais resistente a pragas, rentabiliza a produção mas pode proporcionar riscos, no ser humano, de difícil mensuração.

Apesar de não haver informações cientificas suficientes sobre todos os efeitos dos transgênicos na saúde humana, alguns fatores puderam ser observados.

Quando se insere um gene de um ser em outro, há a formação de novos compostos nesse organismo, podendo ocorrer a produção de novas proteínas alergénicas ou de substâncias que provocariam efeitos tóxicos quando ingeridos, causando reações alérgicas em pessoas predispostas.

Outro argumento contrário é que alguns alimentos transgênicos podem conter genes de bactérias que conferem resistência a antibióticos, o que pode reduzir a eficiência desses medicamentos no organismo.

Porém, o consumo de alimentos transgênicos não é de total prejuízo. Esses alimentos podem ser enriquecidos com um componente nutricional essencial, obtendo alimentos mais saborosos e ricos do ponto de vista nutricional. Além de serem economicamente mais baratos que os orgânicos.

Cabe-nos a nós consumidores fazer a melhor escolha.


http://www.ecycle.com.br/component/content/article/62-alimentos/2486-milhos-transgenicos-riscos-beneficios-material-genetico-modificado-pesticidas-inseticidas-forma-atual-fortes-grandes-lagartas-lepidoptera-embrapa-seguros-ser-humano-consumo-alergias-proteinas-genes-bacterias-alternativas-organicos-produtos.html
Tag’s: M-milho,organismos,genética,alimento,transgénicos,embrião,engenharia
comentários
galardões
  • galardão partilhas
    partilhas
  • galardão favorito
    100
    favoritos
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: samsung
Modelo: SM-G935F
Exposição: 1/3000 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/1.7
ISO: 40
Dist.Focal: 4.2mm
Dist.Focal (35mm): 26 mm
Software: Adobe Photoshop Lightroom 5.3 (Windows)


favorita de (112)