foto user

Terpsícore...

Maria de Fátima Silveira
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
carregar
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Abstrato/Terpsícore...
voltar lista nav-leftnav-right
descrição
TERPSÍCORE, uma das nove musas da mitologia Grega, Deusa da Música e da Dança. Mãe das Sereias, com o rio Achelous. Filha de Zeus, irmão de Poseídon (assumiu o estatuto de Deus supremo do Mar, conhecido pelos romanos como Neptuno).

DEDICO ESTA FOTOGRAFIA A UMA NINFA AQUÁTICA, QUEM SABE... DESCENDENTE DE TERPSÍCORE...

Pela sua disponibilidade e boa vontade em admitir no seu habitat marítimo outras espécies.
Pelo seu gosto pela dança do ventre que é uma expressão poética do corpo cheia de gestos e significados. É uma celebração à feminilidade, desenvolvida por mulheres e para mulheres.

(Acredita- se que a dança do ventre surgiu no Egipto, durante a dinastia faraónica, como parte de rituais oferecidos em templos por sacerdotisas para deusas como Ísis, em agradecimento à fertilidade, tanto feminina como do rio Nilo, que graças às suas cheias o alimento era garantido pela região)
exif / informação técnica
Sem informações de EXIF
favorita de 18
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular
Terpsícore...
TERPSÍCORE, uma das nove musas da mitologia Grega, Deusa da Música e da Dança. Mãe das Sereias, com o rio Achelous. Filha de Zeus, irmão de Poseídon (assumiu o estatuto de Deus supremo do Mar, conhecido pelos romanos como Neptuno).

DEDICO ESTA FOTOGRAFIA A UMA NINFA AQUÁTICA, QUEM SABE... DESCENDENTE DE TERPSÍCORE...

Pela sua disponibilidade e boa vontade em admitir no seu habitat marítimo outras espécies.
Pelo seu gosto pela dança do ventre que é uma expressão poética do corpo cheia de gestos e significados. É uma celebração à feminilidade, desenvolvida por mulheres e para mulheres.

(Acredita- se que a dança do ventre surgiu no Egipto, durante a dinastia faraónica, como parte de rituais oferecidos em templos por sacerdotisas para deusas como Ísis, em agradecimento à fertilidade, tanto feminina como do rio Nilo, que graças às suas cheias o alimento era garantido pela região)
comentários
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular

Sem informações de EXIF