foto user
Dolores Marques
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Paisagem Urbana/Vertigens (Torre da Galp) ler
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Paisagem Urbana/Vertigens (Torre da Galp) ler
voltar lista nav-leftnav-right

Vertigens (Torre da Galp) ler

fotografias > 

Paisagem Urbana

2016-09-06 09:14:21
comentários (50) galardões descrição exif favorita de (73)
descrição
Ainda na parte frontal do edifício Ecran, no seu longo e extenso espaço geométrico, um olhar sobre a Torre da Galp, da qual também já aqui publiquei uma foto.

“A Torre, existente a sul do atual Parque das Nações – era a estrutura mais visível da primeira refinaria portuguesa – Refinaria de Cabo Ruivo.

1 – A origem da Torre Galp – Antes da EXPO 98 intitulava-se Torre TCC

A Torre TCC teve a sua origem em 1939, com o início da produção da Refinaria de Cabo Ruivo – zona atual do Parque das Nações. Era uma das unidades que transformavam os produtos vindos da destilação de petróleos brutos. Foi o processo de produção, que deu o nome TCC à Torre: “Thermofor Catalytic Cracking”. O Petróleo bruto era sujeito ao processo de Cracking (do inglês que significa quebra, fratura, divisão) sendo transformado por etapas, e daí resultavam vários tipos de produtos.

Um dos vários projectos para a Torre

Colocação de uma “chama” no topo da Torre Galp, insuflável, iluminada por focos de luz, local onde outrora era libertada a verdadeira chama.
Seria vista como:

• Um símbolo da atividade industrial que existiu na Torre Galp,
• Uma memória aos judeus: a “chama da Esperança”! – Aos judeus, que vinham refugiados da Europa e partiam de hidroavião para a América, na altura da 2ª Guerra Mundial. Partiam do Aeroporto Marítimo de Cabo Ruivo onde, atualmente, se encontra o Oceanário e a Marina do Parque das Nações.
Recomendo a visualização do vídeo do realizador Steven Spielberg. Pesquisar no youtube “ Aeroporto Marítimo de Cabo Ruivo – Lisboa” (7 minutos) em: https://www.youtube.com/watch?v=kz4gATFYe-85


Informação pesquisa Net
exif / informação técnica
Máquina: Canon
Modelo: Canon DIGITAL IXUS 95 IS
Exposição: 1/160 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/8
ISO: 80
Dist.Focal: 6.2mm
Dist.Focal (35mm):
Software: PhotoScape

favorita de 73
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular
Vertigens (Torre da Galp) ler
Ainda na parte frontal do edifício Ecran, no seu longo e extenso espaço geométrico, um olhar sobre a Torre da Galp, da qual também já aqui publiquei uma foto.

“A Torre, existente a sul do atual Parque das Nações – era a estrutura mais visível da primeira refinaria portuguesa – Refinaria de Cabo Ruivo.

1 – A origem da Torre Galp – Antes da EXPO 98 intitulava-se Torre TCC

A Torre TCC teve a sua origem em 1939, com o início da produção da Refinaria de Cabo Ruivo – zona atual do Parque das Nações. Era uma das unidades que transformavam os produtos vindos da destilação de petróleos brutos. Foi o processo de produção, que deu o nome TCC à Torre: “Thermofor Catalytic Cracking”. O Petróleo bruto era sujeito ao processo de Cracking (do inglês que significa quebra, fratura, divisão) sendo transformado por etapas, e daí resultavam vários tipos de produtos.

Um dos vários projectos para a Torre

Colocação de uma “chama” no topo da Torre Galp, insuflável, iluminada por focos de luz, local onde outrora era libertada a verdadeira chama.
Seria vista como:

• Um símbolo da atividade industrial que existiu na Torre Galp,
• Uma memória aos judeus: a “chama da Esperança”! – Aos judeus, que vinham refugiados da Europa e partiam de hidroavião para a América, na altura da 2ª Guerra Mundial. Partiam do Aeroporto Marítimo de Cabo Ruivo onde, atualmente, se encontra o Oceanário e a Marina do Parque das Nações.
Recomendo a visualização do vídeo do realizador Steven Spielberg. Pesquisar no youtube “ Aeroporto Marítimo de Cabo Ruivo – Lisboa” (7 minutos) em: https://www.youtube.com/watch?v=kz4gATFYe-85


Informação pesquisa Net
Tag’s: torre da galp,vertigens,Expo 98,edifício Ecran,Refinaria,Cabo Ruivo
comentários
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: Canon
Modelo: Canon DIGITAL IXUS 95 IS
Exposição: 1/160 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/8
ISO: 80
Dist.Focal: 6.2mm
Dist.Focal (35mm):
Software: PhotoScape


favorita de (73)