foto user
Diana Cristina Pereira Marques
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Paisagem Urbana/Amor na parede
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Paisagem Urbana/Amor na parede
voltar lista nav-leftnav-right
descrição
O amor já não existe senão nas paredes,
O amor nunca existiu,
O amor nunca existirá,
O amor foi morto e enterrado,
O amor não era palpável,
O amor não era consumivel,
O amor consumia,
O amor não servia,
O amor servia-se,
O amor foi-se embora antes de ter chegado,
O amor foi uma invenção vossa,
O amor atrasa as pessoas,
O amor prende,
O amor cobra,
O amor mata.

Numa sociedade acelerada do consumo, as pessoas têm medo de dar as mãos, de se entregarem, e de reconhecerem o amor.
Vivemos a 100 à hora, para evitarmos pensar que desta forma vamos ficando cada vez mais isolados, dos outros e pior ainda... de nós mesmos.

Morte ao amor!
exif / informação técnica
Sem informações de EXIF
favorita de 0
comentários
galardões
Esta foto não tem galardões
Amor na parede
O amor já não existe senão nas paredes,
O amor nunca existiu,
O amor nunca existirá,
O amor foi morto e enterrado,
O amor não era palpável,
O amor não era consumivel,
O amor consumia,
O amor não servia,
O amor servia-se,
O amor foi-se embora antes de ter chegado,
O amor foi uma invenção vossa,
O amor atrasa as pessoas,
O amor prende,
O amor cobra,
O amor mata.

Numa sociedade acelerada do consumo, as pessoas têm medo de dar as mãos, de se entregarem, e de reconhecerem o amor.
Vivemos a 100 à hora, para evitarmos pensar que desta forma vamos ficando cada vez mais isolados, dos outros e pior ainda... de nós mesmos.

Morte ao amor!
comentários
galardões
Esta foto não tem galardões