foto user
Sara
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Macro/ÊXODO vegetal... (tem desc.)
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Macro/ÊXODO vegetal... (tem desc.)
voltar lista nav-leftnav-right

ÊXODO vegetal... (tem desc.)

fotografias > 

Macro

2019-08-12 11:59:09
comentários (29) galardões descrição exif favorita de (36)
descrição
[...]

Apanhemos, no ar, as nossas flores,
não no-las arrebate o vento que passa.
Arde-nos o sangue e brilham nossos olhos
roubando beijos que murchariam
se os esquecêssemos.

É ânsia a nossa vida
e força o nosso desejo,
porque o tempo toca a finados.
Irmão, recorda isto, e alegra-te.

Não podemos, num momento, abraçar as coisas,
parti-las e atirá-las ao chão.
Passam rápidas as horas,
com os sonhos debaixo do manto.
A vida, infindável para o trabalho
e para o fastio,
dá-nos apenas um dia para o amor.
Irmão, recorda isto, e alegra-te.

Sabe-nos bem a beleza
porque a sua dança volúvel
é o ritmo das nossas vidas.
Gostamos da sabedoria
porque não temos sempre de a acabar.
No eterno tudo está feito e concluído,
mas as flores da ilusão terrena
são eternamente frescas,
por causa da morte.
Irmão, recorda isto, e alegra-te.

Rabindranath Tagore, in "O Coração da Primavera"
exif / informação técnica
Máquina: NIKON CORPORATION
Modelo: NIKON D7100
Exposição: 1/1250 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/5.6
ISO: 200
Dist.Focal: 105mm
Dist.Focal (35mm): 157 mm
Software: Adobe Photoshop Lightroom Classic 8.3.1 (Macintosh)

favorita de 36
galardões
Esta foto não tem galardões
ÊXODO vegetal... (tem desc.)
[...]

Apanhemos, no ar, as nossas flores,
não no-las arrebate o vento que passa.
Arde-nos o sangue e brilham nossos olhos
roubando beijos que murchariam
se os esquecêssemos.

É ânsia a nossa vida
e força o nosso desejo,
porque o tempo toca a finados.
Irmão, recorda isto, e alegra-te.

Não podemos, num momento, abraçar as coisas,
parti-las e atirá-las ao chão.
Passam rápidas as horas,
com os sonhos debaixo do manto.
A vida, infindável para o trabalho
e para o fastio,
dá-nos apenas um dia para o amor.
Irmão, recorda isto, e alegra-te.

Sabe-nos bem a beleza
porque a sua dança volúvel
é o ritmo das nossas vidas.
Gostamos da sabedoria
porque não temos sempre de a acabar.
No eterno tudo está feito e concluído,
mas as flores da ilusão terrena
são eternamente frescas,
por causa da morte.
Irmão, recorda isto, e alegra-te.

Rabindranath Tagore, in "O Coração da Primavera"
Tag’s: sara,olhares,close up,B&W,êxodo,vegetal
comentários
galardões
Esta foto não tem galardões

Máquina: NIKON CORPORATION
Modelo: NIKON D7100
Exposição: 1/1250 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/5.6
ISO: 200
Dist.Focal: 105mm
Dist.Focal (35mm): 157 mm
Software: Adobe Photoshop Lightroom Classic 8.3.1 (Macintosh)


favorita de (36)