foto user
Daniel Ferreira
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Gentes e Locais/O Galo de Barcelos  (Ler, lenda)
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Gentes e Locais/O Galo de Barcelos  (Ler, lenda)
voltar lista nav-leftnav-right

O Galo de Barcelos (Ler, lenda)

fotografias > 

Gentes e Locais

2019-11-29 07:00:43
comentários (42) galardões descrição exif favorita de (50)
descrição
Lenda do galo de Barcelos

Certo dia, apareceu um galego que se tornou suspeito. As autoridades resolveram prendê-lo e apesar dos seus juramentos de inocência, ninguém acreditou que o galego se dirigisse a Santiago de Compostela, em cumprimento de uma promessa, e que fosse ferveroso devoto de Santiago, S.Paulo e Nossa Senhora. Por isso, foi condenado à forca. Antes de ser enforcado, pediu que o levassem à presença do juiz que o condenara. Concedida a autorização, levaram-no à residência do magistrado que, nesse momento, se banqueteava com alguns amigos. O galego voltou a afirmar a sua inocência e, perante a incredulidade dos presentes, apontou para um galo assado que estava sobre a mesa, exclamando: “É tão certo eu estar inocente, como certo é esse galo cantar quando me enforcarem”. Risos e comentários não se fizeram esperar mas, pelo sim pelo não, ninguém tocou no galo.
O que parecia impossível tornou-se, porém, realidade! Quando o peregrino estava a ser enforcado, o galo assado ergueu-se na mesa e cantou. Já ninguém duvidou das afirmações de inocência do condenado. O juiz correu à forca e viu, com espanto, o pobre homem de corda ao pescoço. Todavia, o nó lasso impedia o estrangulamento. Imediatamente solto foi mandado em paz. Passados alguns anos, voltou a Barcelos e fez erguer o monumento em louvor a Santiago e à Virgem.
exif / informação técnica
Máquina: Panasonic
Modelo: DMC-FZ1000
Exposição: 1/1300 sec
Exposição (EV+/-): -1.3 step
Abertura: f/3
ISO: 125
Dist.Focal: 11.35mm
Dist.Focal (35mm): 31 mm
Software: Ver.2.2

favorita de 50
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular
O Galo de Barcelos (Ler, lenda)
Lenda do galo de Barcelos

Certo dia, apareceu um galego que se tornou suspeito. As autoridades resolveram prendê-lo e apesar dos seus juramentos de inocência, ninguém acreditou que o galego se dirigisse a Santiago de Compostela, em cumprimento de uma promessa, e que fosse ferveroso devoto de Santiago, S.Paulo e Nossa Senhora. Por isso, foi condenado à forca. Antes de ser enforcado, pediu que o levassem à presença do juiz que o condenara. Concedida a autorização, levaram-no à residência do magistrado que, nesse momento, se banqueteava com alguns amigos. O galego voltou a afirmar a sua inocência e, perante a incredulidade dos presentes, apontou para um galo assado que estava sobre a mesa, exclamando: “É tão certo eu estar inocente, como certo é esse galo cantar quando me enforcarem”. Risos e comentários não se fizeram esperar mas, pelo sim pelo não, ninguém tocou no galo.
O que parecia impossível tornou-se, porém, realidade! Quando o peregrino estava a ser enforcado, o galo assado ergueu-se na mesa e cantou. Já ninguém duvidou das afirmações de inocência do condenado. O juiz correu à forca e viu, com espanto, o pobre homem de corda ao pescoço. Todavia, o nó lasso impedia o estrangulamento. Imediatamente solto foi mandado em paz. Passados alguns anos, voltou a Barcelos e fez erguer o monumento em louvor a Santiago e à Virgem.
Tag’s: Galo de Barcelos,Galo,Barcelos,Gentes e Locais
comentários
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: Panasonic
Modelo: DMC-FZ1000
Exposição: 1/1300 sec
Exposição (EV+/-): -1.3 step
Abertura: f/3
ISO: 125
Dist.Focal: 11.35mm
Dist.Focal (35mm): 31 mm
Software: Ver.2.2