foto user
Dinis Ponteira
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Gentes e Locais/Ponte Romana Chaves
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Gentes e Locais/Ponte Romana Chaves
voltar lista nav-leftnav-right

Ponte Romana Chaves

fotografias > 

Gentes e Locais

2007-02-08 00:35:57
comentários (56) galardões descrição exif favorita de (14)
descrição
Nome completo: Ponte de Trajano, popularmente conhecida por Ponte Romana.

Filha de Marco Úlpio Nerva Trajano e de Roma, teve como ama desde a nascença Aquae Flaviae e os aquiflavienses que a ajudaram a nascer num demorado parto, pois talvez concebida no ano 73 antes de Cristo, só por volta do ano 100 depois de Cristo é que ela se deu a ver em toda a sua plenitude.



Nasceu com 140m de comprimento e 18 arcos. Desde cedo que se lhe conheceram os seus dotes na arte da passagem, que ainda hoje mantém. De tanto ser passerelle passou ela mesma a Top Model, que de tanta fama e beleza ter alcançado foi condecorada com o título de Ex-libris de Aquae Flaviae, hoje cidade de Chaves.



Casou cedo com o Rio Tâmega, de quem lhe são conhecidas muitas filhas, duas delas flavienses.



Claro que para manter a fama e a beleza e não acusar no seu corpo a idade, já foi submetida a algumas intervenções cirúrgicas, algumas simples como quando nos finais do século 19 lhe fizeram alguns implantes capilares, substituindo-lhes as velhas pedras por gradeamentos em ferro no penteado, e algumas mais profundas e sérias, com risco da própria vida, como a que sofreu no século 16, após um banho de banheira cheia que o Tâmega lhe deu, e que de tão violento e demorado que foi, lhe desfez alguns arcos que lhe foram repostos com sucesso. Fora essas intervenções são-lhe conhecidas algumas lipoaspirações de arcos. Pelo menos dois arcos completos já foram lipoaspirados, e parcialmente meia dúzia deles, mantendo actualmente 9 arcos sobre o rio e 3 descobertos sobre terra. Os restantes foram como que comidos por violação (e sem leviandade por parte da Top Model) por homens de dinheiro e sem escrúpulos, que até as suas casas lhes plantaram em cima. Mas de uma coisa estou certo, passou por várias intervenções, foi maltratada e tratada, violaram-na, taparam-lhe os arcos mas nunca recorreu ao silicone nem implantes artificiais e ainda hoje se mantém rija como um pêro e faz inveja às filhas, que muito mais novas, presumem de jovens, modernas e trigueiras… Que presumam à vontade, pois não troco as suas duas filhas flavienses (Ponte Nova e de S.Roque) nem todas as filhas do Tâmega juntas por um só arco que seja desta “jovem” e madura Ponte de Trajano, mesmo com os seus 2000 anos de idade.
exif / informação técnica
Maquina: NIKON CORPORATION�
Modelo: NIKON D50�
Exposição: 1/60 sec
Abertura: f 7.1
MeteringMode: Unknown: 28442629
Flash: Unknown: 131072
Dist.Focal: 18 mm

Os meus agradecimentos ao Fernado Ribeiro ( http://chaves.blogs.sapo.pt) pelo Texto
favorita de 14
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas
Ponte Romana Chaves
Nome completo: Ponte de Trajano, popularmente conhecida por Ponte Romana.

Filha de Marco Úlpio Nerva Trajano e de Roma, teve como ama desde a nascença Aquae Flaviae e os aquiflavienses que a ajudaram a nascer num demorado parto, pois talvez concebida no ano 73 antes de Cristo, só por volta do ano 100 depois de Cristo é que ela se deu a ver em toda a sua plenitude.



Nasceu com 140m de comprimento e 18 arcos. Desde cedo que se lhe conheceram os seus dotes na arte da passagem, que ainda hoje mantém. De tanto ser passerelle passou ela mesma a Top Model, que de tanta fama e beleza ter alcançado foi condecorada com o título de Ex-libris de Aquae Flaviae, hoje cidade de Chaves.



Casou cedo com o Rio Tâmega, de quem lhe são conhecidas muitas filhas, duas delas flavienses.



Claro que para manter a fama e a beleza e não acusar no seu corpo a idade, já foi submetida a algumas intervenções cirúrgicas, algumas simples como quando nos finais do século 19 lhe fizeram alguns implantes capilares, substituindo-lhes as velhas pedras por gradeamentos em ferro no penteado, e algumas mais profundas e sérias, com risco da própria vida, como a que sofreu no século 16, após um banho de banheira cheia que o Tâmega lhe deu, e que de tão violento e demorado que foi, lhe desfez alguns arcos que lhe foram repostos com sucesso. Fora essas intervenções são-lhe conhecidas algumas lipoaspirações de arcos. Pelo menos dois arcos completos já foram lipoaspirados, e parcialmente meia dúzia deles, mantendo actualmente 9 arcos sobre o rio e 3 descobertos sobre terra. Os restantes foram como que comidos por violação (e sem leviandade por parte da Top Model) por homens de dinheiro e sem escrúpulos, que até as suas casas lhes plantaram em cima. Mas de uma coisa estou certo, passou por várias intervenções, foi maltratada e tratada, violaram-na, taparam-lhe os arcos mas nunca recorreu ao silicone nem implantes artificiais e ainda hoje se mantém rija como um pêro e faz inveja às filhas, que muito mais novas, presumem de jovens, modernas e trigueiras… Que presumam à vontade, pois não troco as suas duas filhas flavienses (Ponte Nova e de S.Roque) nem todas as filhas do Tâmega juntas por um só arco que seja desta “jovem” e madura Ponte de Trajano, mesmo com os seus 2000 anos de idade.
comentários
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas

Maquina: NIKON CORPORATION�
Modelo: NIKON D50�
Exposição: 1/60 sec
Abertura: f 7.1
MeteringMode: Unknown: 28442629
Flash: Unknown: 131072
Dist.Focal: 18 mm

Os meus agradecimentos ao Fernado Ribeiro ( http://chaves.blogs.sapo.pt) pelo Texto