foto user
jose ant. ferreira
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Gentes e Locais/quase a chegar à fronteira.(ler)
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Gentes e Locais/quase a chegar à fronteira.(ler)
voltar lista nav-leftnav-right

quase a chegar à fronteira.(ler)

fotografias > 

Gentes e Locais

2018-03-16 09:15:59
comentários (49) galardões descrição exif favorita de (72)
descrição
A Torre de Ucanha localiza-se na freguesia de Ucanha, concelho de Tarouca, distrito de Viseu, em Portugal. Está classificada pelo IPPAR como Monumento Nacional desde 1910.[1]

O erudito José Leite de Vasconcelos, nascido em Ucanha, aponta essencialmente três razões para a construção da ponte e da torre de Ucanha, lançadas sobre o rio Varosa, perto de Tarouca e a poucos quilómetros de Lamego: a de defesa, à entrada do couto monástico de Salzedas; a de ostentação senhorial, bem patente na alta torre; e a da cobrança fiscal, pelo valor económico que tal representaria para o mosteiro cisterciense erguido próximo.
A sua existência já vem documentada no século XII. D. Afonso Henriques doou, em 1163, à viúva de Egas Moniz, Teresa Afonso, o couto de Algeriz, acrescentando-lhe o território de Ucanha. A ponte deve ter sido construída pelos romanos, no seguimento de uma estrada que passava ali perto. Teresa Afonso, fundadora do Mosteiro de Santa Maria de Salzedas, doou ao convento o couto que recebera do rei e foram os monges quem mais beneficiou da velha ponte, convertida em apreciável fonte de rendimento pelos direitos de portagem que seriam cobrados.

Em 1324, D. Dinis pretendeu favorecer as gentes e vila de Castro Rei, concedendo-lhes o privilégio da passagem de Moimenta para Lamego, mas face à pressão dos frades de Salzedas, o rei confirmou tal privilégio a Ucanha.
Fonte.https://pt.wikipedia.org/wiki/Torre_de_Ucanha
exif / informação técnica
Máquina: Canon
Modelo: Canon EOS 1100D
Exposição: 1/80 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/5
ISO: 100
Dist.Focal: 18mm
Dist.Focal (35mm):
Software: Adobe Photoshop Lightroom 5.4 (Windows)

favorita de 72
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas
  • galardão popular
    foto
    popular
quase a chegar à fronteira.(ler)
A Torre de Ucanha localiza-se na freguesia de Ucanha, concelho de Tarouca, distrito de Viseu, em Portugal. Está classificada pelo IPPAR como Monumento Nacional desde 1910.[1]

O erudito José Leite de Vasconcelos, nascido em Ucanha, aponta essencialmente três razões para a construção da ponte e da torre de Ucanha, lançadas sobre o rio Varosa, perto de Tarouca e a poucos quilómetros de Lamego: a de defesa, à entrada do couto monástico de Salzedas; a de ostentação senhorial, bem patente na alta torre; e a da cobrança fiscal, pelo valor económico que tal representaria para o mosteiro cisterciense erguido próximo.
A sua existência já vem documentada no século XII. D. Afonso Henriques doou, em 1163, à viúva de Egas Moniz, Teresa Afonso, o couto de Algeriz, acrescentando-lhe o território de Ucanha. A ponte deve ter sido construída pelos romanos, no seguimento de uma estrada que passava ali perto. Teresa Afonso, fundadora do Mosteiro de Santa Maria de Salzedas, doou ao convento o couto que recebera do rei e foram os monges quem mais beneficiou da velha ponte, convertida em apreciável fonte de rendimento pelos direitos de portagem que seriam cobrados.

Em 1324, D. Dinis pretendeu favorecer as gentes e vila de Castro Rei, concedendo-lhes o privilégio da passagem de Moimenta para Lamego, mas face à pressão dos frades de Salzedas, o rei confirmou tal privilégio a Ucanha.
Fonte.https://pt.wikipedia.org/wiki/Torre_de_Ucanha
Tag’s: ponte,rio,fronteira,património
comentários
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: Canon
Modelo: Canon EOS 1100D
Exposição: 1/80 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/5
ISO: 100
Dist.Focal: 18mm
Dist.Focal (35mm):
Software: Adobe Photoshop Lightroom 5.4 (Windows)


favorita de (72)