foto user
LUCIANO ARAUJO DUTRA.
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Animais/Sabiá do Campo
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Animais/Sabiá do Campo
voltar lista nav-leftnav-right
descrição
Mede entre 23,5 e 26 centímetros de comprimento e pesa entre 55 e 73 gramas.
Possui uma coloração cinzenta no dorso, alto da cabeça, asas e cauda. O peito e o ventre são branco-amarelados ou arroxeado pela terra. A listra superciliar branca, destacada pela faixa negra na altura dos olhos é uma característica importante para identificação. Os olhos dos adultos são amarelados, marrom escuros nas aves juvenis, as quais também possuem o peito rajado de cinza escuro. Possui a cauda comprida com as pontas de cor branca.
A vocalização desta espécie é notável pela maestria com que imita os cantos e chamados de outras aves. Voz: agudo e penetrante “tschrip”, “tschik” (chamada característica da espécie); scha-scha-scha”, “krrrra” bufando (advertência, zanga).

Existem duas outras espécies do gênero que ocorrem no Brasil, o sabiá-da-praia (Mimus gilvus), que como o próprio nome diz está restrito ao litoral e pode ser diferenciado por apresentar as partes superiores com coloração cinza e as partes inferiores bem claras, quase brancas. A outra espécie é a calhandra-de-três-rabos (Mimus triurus), que é bem mais clara que o sabiá-do-campo, possui as sobrancelhas brancas, assim como uma faixa na asa, que é bem visível quando a ave está em voo, especialmente porque a ponta da asa é negra.
Wikiaves
exif / informação técnica
Máquina: SK communications
Modelo: Cymera
Exposição: 1/320 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/5.6
ISO: 200
Dist.Focal: 300mm
Dist.Focal (35mm):
Software: Ver.1.03

favorita de 160
galardões
  • galardão comentários
    125
    comentários
  • galardão partilhas
    partilhas
  • galardão favorito
    100
    favoritos
  • galardão popular
    foto
    popular
Sabiá do Campo
Mede entre 23,5 e 26 centímetros de comprimento e pesa entre 55 e 73 gramas.
Possui uma coloração cinzenta no dorso, alto da cabeça, asas e cauda. O peito e o ventre são branco-amarelados ou arroxeado pela terra. A listra superciliar branca, destacada pela faixa negra na altura dos olhos é uma característica importante para identificação. Os olhos dos adultos são amarelados, marrom escuros nas aves juvenis, as quais também possuem o peito rajado de cinza escuro. Possui a cauda comprida com as pontas de cor branca.
A vocalização desta espécie é notável pela maestria com que imita os cantos e chamados de outras aves. Voz: agudo e penetrante “tschrip”, “tschik” (chamada característica da espécie); scha-scha-scha”, “krrrra” bufando (advertência, zanga).

Existem duas outras espécies do gênero que ocorrem no Brasil, o sabiá-da-praia (Mimus gilvus), que como o próprio nome diz está restrito ao litoral e pode ser diferenciado por apresentar as partes superiores com coloração cinza e as partes inferiores bem claras, quase brancas. A outra espécie é a calhandra-de-três-rabos (Mimus triurus), que é bem mais clara que o sabiá-do-campo, possui as sobrancelhas brancas, assim como uma faixa na asa, que é bem visível quando a ave está em voo, especialmente porque a ponta da asa é negra.
Wikiaves
comentários
galardões
  • galardão comentários
    125
    comentários
  • galardão partilhas
    partilhas
  • galardão favorito
    100
    favoritos
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: SK communications
Modelo: Cymera
Exposição: 1/320 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/5.6
ISO: 200
Dist.Focal: 300mm
Dist.Focal (35mm):
Software: Ver.1.03


favorita de (160)