foto user
Jorge Pedra
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Nus/S/T
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Nus/S/T
voltar lista nav-leftnav-right
descrição
Claramente, o corpo humano, com as suas curvas sinuosas, pequenas saliências que se revelam nas sombras, tonalidades e texturas constitui uma inspiração. Não é esta uma verdade indubitável, revelada constantemente ao longo de quase toda a História da Arte?

Interessa-me o nú artístico por oposição ao erótico ou ao glamour, que aprecio nas fotografias dos outros.
A minha fotografia acontece quando o corpo despido é o próprio elemento para a arte, sem um apelo claro para a libido do observador. Estranho – e hesito um pouco – se chamo “objecto” a um corpo humano mas, realmente, nas minhas fotografias, o corpo humano nú existe só por si, provido de uma beleza estritamente estética, tornando-se o objecto da arte que é a Fotografia.
Uma fotografia pode narrar uma história: no nú erótico… algo aconteceu, ou está para acontecer; há uma clara provocação. A fotografia de nú erótico contém acção, contém uma história explícita. Uma bela mulher sensualmente deitada num sofá, olhando a câmara, de lábios entre-abertos, . Essa mulher está à espera de outra personagem… claramente, o observador.

Nas minhas fotografias há, geralmente, um espaço envolvente ao nú, sendo então o corpo um dos elementos desta “encenação” Contudo, esta não conta uma história tangível; o observador interroga-se sobre o porquê do inusitado, encontrando resposta numa emoção estética.
exif / informação técnica
Sem informações de EXIF
favorita de 9
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas
S/T
Claramente, o corpo humano, com as suas curvas sinuosas, pequenas saliências que se revelam nas sombras, tonalidades e texturas constitui uma inspiração. Não é esta uma verdade indubitável, revelada constantemente ao longo de quase toda a História da Arte?

Interessa-me o nú artístico por oposição ao erótico ou ao glamour, que aprecio nas fotografias dos outros.
A minha fotografia acontece quando o corpo despido é o próprio elemento para a arte, sem um apelo claro para a libido do observador. Estranho – e hesito um pouco – se chamo “objecto” a um corpo humano mas, realmente, nas minhas fotografias, o corpo humano nú existe só por si, provido de uma beleza estritamente estética, tornando-se o objecto da arte que é a Fotografia.
Uma fotografia pode narrar uma história: no nú erótico… algo aconteceu, ou está para acontecer; há uma clara provocação. A fotografia de nú erótico contém acção, contém uma história explícita. Uma bela mulher sensualmente deitada num sofá, olhando a câmara, de lábios entre-abertos, . Essa mulher está à espera de outra personagem… claramente, o observador.

Nas minhas fotografias há, geralmente, um espaço envolvente ao nú, sendo então o corpo um dos elementos desta “encenação” Contudo, esta não conta uma história tangível; o observador interroga-se sobre o porquê do inusitado, encontrando resposta numa emoção estética.
comentários
galardões
  • galardão visitas
    1000
    visitas

Sem informações de EXIF